Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

EXPOSIÇÃO DOS ALUNOS ORTAÉTICOS!!! BRASILIDADES

Imagem
MÃOS DE GESSO REPRESENTANDO AS MÃOS DOS TRABALHADORES OPERÁRIOS QUE CONSTRUÍRAM OS ESTÁDIOS DA COPA DO MUNDO... APÓS INTENSOS DEBATES EM SALA DE AULA SOBRE QUEM SÃO OS PROTAGONISTAS DE UM EVENTO DESSA MAGNITUDE...  DO FUNK À BOSSA NOVA SEM MEDO DE SER FELIZ!!! MADE IN CAZUZA ARTE E SUSTENTABILIDADE!!! SUPER HERÓIS DA COPA...  ALGUMAS DAS CANÇÕES BRAZUCAS PESQUISADAS EM SALA DE AULA

SIM!!! NÓS TEMOS ATELIÊ!!!! E ALUNOS PARCEIROS... #ARTERESISTE

Imagem

A QUINTA AULA DO NOTURNO DE SEXTA-FEIRA PODE SER CURTINDO UM SOM???

Imagem
A QUERIDA ROSELI QUE TIROU A FOTO!!! 

PARABÉNS WILLYAN CELSO

Imagem
Menino dedicado, que participa, se envolve, se dedica, se doa ao extremo, como poucos, garoto que tem um viés estabelecido pelas artes, sua vibe é trilhar o que compõe as artes dentro e fora da escola, ergue a arte com confiança e sem medo; brinca, extrapola, exagera, mas quem disse que os grandes homens não podem se permitir brincar; perder a conta, passar da medida de vez em quando, pois a medida do entusiasmo é sempre pra cima. Estudante que acompanho há mais de 8 anos, que brilha os olhos com os grandes eventos que ja organizamos, tem isso como um troféu; sem dúvida, momentos que ficarão pra sempre. Jovem ator de uma Trupe alto astral, uma turma teatral que abraça mentes como a dele, que acolhe energia tão vibrante!!! Will que você cresça sempre mais, amadureça com o tempo, mas jamais permita que o tempo lhe traga o cinza que se instala em tanta gente. Você é gente do bem, artista em processo, jovem que tem muito a oferecer e transformar. Aponte na concentração aos seus ideais

PLURALIDADE DE OPINIÕES TRAS BONS DEBATES E APRENDIZADO!!! VOCÊ CONCORDA COM ESSA JORNALISTA???

Imagem
O problema não é o Brasil. É você. Toda vez que um assunto polêmico surge na mídia, viraliza nas redes sociais e chega às rodas de amigos, reuniões de família e mesas de bar, começam a pipocar, por toda parte, juízos de valor genéricos a respeito “do Brasil” e “do povo brasileiro”. Essas “análises”, que estão em alta no atual momento pré-Copa, costumam ser, mais especificamente, materializadas na forma de chavões babacas mais antigos que a minha avó: são os famosos “só no Brasil”, “isso é Brasil!”, e, ainda, o clássico e meu preferido “o problema é a cabeça do brasileiro” (que também pode aparecer na carinhosa versão “o povo brasileiro é burro”). Que a internet e os círculos sociais estão recheados de ideias idiotas, preconceituosas e desprovidas de qualquer senso lógico ou nexo com a realidade não é novidade. O problema aqui é que as pérolas pertencentes à categoria “Brasil é uma merda porque é uma merda, e eu não tenho nada a ver com isso” não vêm sendo enquadradas com

PARABÉNS AOS ESTUDANTES e PROFESSORAS PELA NOVA EXPOSIÇÃO DO GLEBA * COORDENAÇÃO PROFESSORAS ROBERTA (Artes) & DANIELA (Matemática)

Imagem

CORPO-COPA-DAS-MANIFESTAÇÕES

Imagem

OBRIGADO AO NOSSO DIRETOR PELA DEVOLUÇÃO DO ESPAÇO DE ARTES

MUITO Obrigado ao Sr.  Carlos Silva Silva  por ter DEVOLVIDO o Ateliê de Artes aos alunos (mesmo depois de tanto tempo)  Claro que sabemos que a desativação do Ateliê de Artes no ano passado, embora tenha sido por motivos de excesso de alunos matriculados na nossa escola, tão procurada pela comunidade, causou um lapso na produção artística dos estudantes, que até então tinham um espaço especialmente dedicado às ARTES. Essa atitude, de REATIVAR o ateliê se faz mesmo necessária para que as aulas de artes não venham por algum motivo a atrapalhar os colegas das outras áreas, sejam com sujeiras de gesso, argila, cola, papéis, recortes, tintas, etc (INEVITÁVEIS NUMA AULA QUE SE PRODUZ)... Bem como atividades sonoras em teatro, música ou dança que por ventura atrapalhe a sala do lado... TODOS GANHAM COM UM LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO!!! os alunos receberam a notícia com muito ENTUSIASMO!!! No ateliê Hélio Oiticica (nome  votado em 2011) teremos pia, torneira, prateleiras, armário, tv e dvd..

UMA EXCELENTE NOTÍCIA PARA AS ARTES DE NOSSA ESCOLA

Acabo de me reunir com o Diretor Carlos e o convidei para acompanhar uma aula prática de "ESCULTURA EM GESSO" com meus estudantes dos sétimos anos; ele notou o entusiasmo dos meninos e meninas em construir as esculturas para a instalação que faremos na semana que vem no hall principal da escola, mas ao mesmo tempo, notou também a falta que um ateliê de artes nos faz. A sujeira da sala de aula é inevitável quando trabalhamos com esse tipo de material; mesmo que todo cuidado seja tomado com as turmas. Fomos juntos verificar possibilidades de espaços e acabamos de ACORDAR com a REINSTALAÇÃO DE NOSSO ATELIÊ DE ARTES NO ESPAÇO ONDE ERA. Portanto a partir da semana que vem, 29 de MAIO teremos a R E I N A U G U R A Ç Ã O DO ATELIÊ HÉLIO OITICICA com adequação do espaço, instalação de pia, prateleiras, armários e etc.

COMUNICADO AOS ESTUDANTES, AMIGOS E COMUNIDADE - SOBRE VIRADA CULTURAL INDEPENDENTE 2014

QUERIDOS; POR MOTIVOS PESSOAIS E DE SAÚDE, NÃO PUDE ORGANIZAR NESSE PRIMEIRO SEMESTRE, EM TEMPO HÁBIL, MAIS UMA EDIÇÃO DA VIRADA CULTURAL INDEPENDENTE, COMO JÁ É TRADIÇÃO EM NOSSA ESCOLA; MAS REITERO MEU COMPROMISSO DE ORGANIZAR O EVENTO PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2014.  JUNTOS FAREMOS A MAIOR E MELHOR VIRADA DE TODOS OS TEMPOS!!! Tiago Ortaet

CONTEÚDO DA AULA DE HOJE DOS TERCEIROS ANOS DO ENSINO MÉDIO NOTURNO - ASSEMBLAGE

Assemblage    Definição O termo assemblage é incorporado às artes em 1953, cunhado pelo pintor e gravador francês Jean Dubuffet (1901-1985) para fazer referência a trabalhos que, segundo ele, "vão além das  colagens ". O princípio que orienta a feitura de assemblages é a "estética da acumulação": todo e qualquer tipo de material pode ser incorporado à obra de arte. O trabalho artístico visa romper definitivamente  as fronteiras entre arte e vida cotidiana; ruptura já ensaiada pelo  dadaísmo , sobretudo pelo  ready-made  de Marcel Duchamp (1887-1968) e pelas obras  Merz  (1919), de Kurt Schwitters (1887-1948). A idéia forte que ancora as assemblages diz respeito à concepção de que os objetos díspares reunidos na obra, ainda que produzam um novo conjunto, não perdem o  sentido original. Menos que síntese, trata-se de justaposição de elementos, em que é possível identificar cada peça no interior do conjunto mais amplo. A referência de Dubuffet às colagens não é ca

INSTALAÇÕES NO "CORPO-COPA-DAS-MANIFESTAÇÕES"

Imagem

ESCULTURAS EM GESSO VÃO REPRESENTAR OS TRABALHADORES OPERÁRIOS DA COPA DO MUNDO 2014 PELOS ESTUDANTES DOS SÉTIMOS ANOS

Imagem

painel da COPA feito pelas voluntárias do Ensino Médio

Imagem

se é pra falar de Copa do Mundo sejamos realistas!!! VÁRIOS PONTOS DE VISTAS SÃO BEM VINDOS

Imagem
No  Brasil , investimentos em educação, saúde, moradia e segurança são urgentes e necessários para atender a população. Porém, somente para a realização da  Copa de 2014   no país, incluindo custos de construção e reforma de estádios, vias de  acesso  e transporte, os custos financiados pelo Governo Federal ultrapassaram 20 bilhões de reais, muito acima dos custos do mesmo evento realizado no Japão em 2002 e na Alemanha em 2006. Segundo o Governo Federal, a realização da Copa 2014, deve atrair 500.000 estrangeiros, com  capacidade  de gastarem cerca de 3 bilhões de reais no país. Os valores financiados pelo governo para as obras da Copa serão pagos pelas empresas concessionárias que assumirão a administração dos estádios e demais serviços depois da realização dos eventos. Porém, no processo de implementação dos recursos públicos nas obras, o fato causou insatisfação por parte da população ainda mal atendida nos serviços básicos. Segundo a revisão da  Matriz  de Responsabilidade d

protesto - JUNHO SE APROXIMA!!!

Imagem

POESIA DA SEMANA - by Tiago Ortaet

Gota de (d)cor Como uma mina, essa água de lastro se alastra por aqui... Contamina, percebi! Como uma torrente, contra correnteza, se choca com minha certeza; Não seca, não chega, não cessa por que me acessa por todos os lados Submerge, afundo e volto à deriva... Não aceito a hora da partida, quando diante de tanto, tanto ainda não é tudo e o tudo acordou em revoada; meu “eu” frágil da minha embarcação, sofreguidão e naufrágio.   Tudo volta a ser como aquele dia, das cores da toalha de mesa ao cadarço desamarrado; do olhar pela fechadura ao fechar da tampa... Casa da alma não é tanta... Respiração foi tanta... E é... Tabernáculo de fé... As cores se disfarçaram em apenas duas... A minha e as suas. Sem saber contar, senti e aquarelei como pude!!! Menino vai brincar de bolinha de gude... As cenas cristalizadas condensam a fotografia desse dia! Amor condensado num só olhar. Multiplico! Ao meu espelho suplico, mas não explico... Afinal a mina não seca,