CULTURA E EDUCAÇÃO

por - 06 novembro


Foto: Carla Maio - PMG/Secel
Mais  de 300 alunos das Escolas da Prefeitura de Guarulhos Olavo Bilac e José Jorge Pereira assistiram ao espetáculo de teatro portátil “Bichos Vermelhos” com a Cia Pia Fraus, no Bosque Maia.  No espetáculo, três atores dão vida a bonecos, com muita diversão e brincadeiras.

Baseado na obra literária homônima de Lina Rosa, a peça “Bichos Vermelhos” envolve, com humor e poesia, um assunto muito relevante para a sociedade atual, a preservação da natureza, e transporta para o palco a questão do risco de extinção de várias espécies de animais brasileiros. Tamanduá Bandeira, Codorna Buraqueira, Macaco Prego Galego são alguns dos animais que ganharam versões em forma de 20 bonecos da Cia Pia Fraus.  

Para a Professora do 1º ano da EPG Olavo Bilac,Evelin Mesquita Risk, a atividade teve enorme importância para os alunos, ainda mais pela temática abordada. “Além de ter um visual chamativo que envolve as crianças, a peça retrata assuntos significativos e educativos sobre a importância do meio ambiente e dos animais”, destacou a professora.

Animado, o aluno Yuri Augusto, do 1º ano da EPG Olavo Bilac, conta que gostou muita da apresentação: “Eu já fui ao Zoológico, já vi muitos animais, mas o lugar deles viverem é na mata, por isso ela não pode acabar”.

Cia Pia Fraus

A Cia Pia Fraus é um grupo de teatro de bonecos que existe há 34 anos, já produziu dezenas de espetáculos e se apresentou em todos os estados do Brasil e em 23 países.
Desde sua criação, em 1984, os espetáculos da Pia Fraus marcam presença em ruas, praças e parques em cidades dentro e fora do país, e comisso, o grupo tornou-se referência quanto ao uso dos espaços públicos nas cidades.

A Cia utiliza de forma sistemática os bonecos infláveis gigantes em suas apresentações. Esta característica, que já virou uma marca registrada, criou novas possibilidades de aproveitamento do amplo espaço das ruas, agregando um elemento muito interessante às apresentações deste tipo: o impacto visual.

VEJA TAMBÉM

0 comentários