Semana do Conhecimento de Guarulhos já tem tema para 2018

por - 18 dezembro


Foram  6 mil participantes e 201 trabalhos acadêmicos e de empreendedorismo inscritos, envolvendo 42 instituições e entidades ligadas ao ensino e tecnologia. Estes dados são da   Semana do Conhecimento realizada no mês de outubro em Guarulhos e foram divulgados durante a reunião de avaliação da Comissão Oganizadora do evento, na última quarta-feira, 13, no Adamastor Centro. A Comissão aproveitou também para  dar início as primeiras tratativas para a edição de 2018.   

Para o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura, Marcelo Rezende, o evento em 2017 cumpriu o propósito de promover a interação entre as diversas áreas do conhecimento, colaborando com a construção de um ecossistema científico e inovador na cidade. “A diversidade de projetos, ideias e entidades, além da destacada participação de estudantes, o empenho dos professores e o envolvimento de empreendedores nos permitem fazer uma avaliação positiva, projetando uma próxima edição ainda mais qualificada e movimentada”, comentou o diretor. 
Este ano, o evento que é promovido pela SDCETI - Secretaria de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação,  teve como tema "A Matemática está em tudo" e aglutinou também a Feira de Ciência e Engenharia de Guarulhos FECEG; Semana Municipal da Ciência e Tecnologia SEMCITEC; Expo Criatividade e Mostra de Economia Criativa.  
Outro destaque da Semana do Conhecimento foi a participação de aproximadamente 1000 crianças do ensino fundamental e médio. “Isso é essencial para despertar o interesse pela ciência e tecnologia desde a infância”, avaliou Marcelo Rezende.

2018: Ciência na luta contra das  desigualdades sociais

Em sintonia com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia SENTC, o tema da Semana do Conhecimento 2018 em Guarulhos será “Ciência para redução das Desigualdades Sociais. O evento será entre dias 15 e 19 de outubro.
No mês de janeiro de 2018 a Comissão Organizadora volta a se reunir para iniciar os preparativos. “Vamos aprofundar o debate com todos os integrantes da Comissão Organizadora, mas o tema me parece extremamente pertinente. Vai estimular o desenvolvimento de novas tecnologias que permitam a sociedade de maneira geral acelerar a luta por mais igualdade social”, concluiu Rezende.

Imagens: Divulgação

VEJA TAMBÉM

0 comentários