RELEMBRANDO A PROCISSÃO DO FOGARÉU EM 2017 - SEMANA QUE VEM TEREMOS A EDIÇÃO 2018

por - 20 março

Durante o Cortejo, participarão 100 FARRICOCOS, e haverá a participação de ARTISTAS e Grupos de TEATRO da Cidade com: Performances de ‘PALHAÇOS MEDIEVAIS’, ‘SOLDADOS ROMANOS’, ‘Camponesas MEDIEVAIS’, ‘Cânticos FOLCLÓRICOS’, ‘Canto LÍRICO’, ‘Banda de TAMBORES e CLARINS’, e a ‘Encenação da prisão de JESUS CRISTO’.
Saída: Catedral Nsa. Sra. da Conceição (Praça Tereza Cristina, 1)
Chegada: Igreja do Rosário (Praça do Rosário, s/n – Centro)

Realização:
Catedral Nossa Sra. da Conceição
Instituto Cultural Casa dos Cordéis
IPC – Instituto Pro-Cultura
Direção Geral:
Bosco Maciel
Direção organizacional:
Luiz Gouveia
Direção litúrgica:
Pe. Antonio Bosco da Silva
Direção folclórica:
Pe. Antonio Carlos Frizzo
Direção de turismo:
Lucio Hachioka
Direção de suporte:
Paulo Cesar
Direção Logística:
Lucas Giudici
Performances teatrais:
Tiago Ortaet (Trupe ORTAETICA)
Diego Pinheiro (Cia UN” de Teatro)
Wânia Karolis (Camponesas MEDIEVAIS)
Tambores e clarins:
Fabio Bonvenuto (Grupo MúSICA DO SILÊNCIO)
Cantos folclóricos:
Elizeu Costa e Tico Barreto (Coletivo COBRA CORAL)
Cantos líricos:
Maricene Pereira
Maria Alice
Apoio cultural:
SECEL – Secretaria de Educação, Cultura, Esporte, e Lazer
Apoio estrutural:
Espaço Novo Mundo
Padaria Laís
Revista Weekend
Durante o Cortejo, participarão 100 FARRICOCOS, e haverá a participação de ARTISTAS e Grupos de TEATRO da Cidade com: Performances de ‘PALHAÇOS MEDIEVAIS’, ‘SOLDADOS ROMANOS’, ‘Camponesas MEDIEVAIS’, ‘Cânticos FOLCLÓRICOS’, ‘Canto LÍRICO’, ‘Banda de TAMBORES e CLARINS’, e a ‘Encenação da prisão de JESUS CRISTO’.

Histórico:
No começo (na cidade de Goiás-GO em 1745) a Procissão do Fogaréu foi encenada por 100 ‘Farricocos’, personagens vestidos de túnicas compridas e capuzes pontiagudos, representando soldados romanos. A tradição, vem da Espanha e Portugal, e foi levada a Goiás pelo padre espanhol João Perestelo Espíndola’. O ritual representava a penitência e condenação pública de pecadores, e depois se transformou em uma FESTA POPULAR que lembra a prisão de Jesus Cristo.
Na cidade de Guarulhos-SP, o evento ‘Sacro-folclórico’ foi realizado pela primeira vez no ano de 2010 pelo Folclorista ‘Bosco Maciel’, num Cortejo que saiu da Casa dos Cordéis (no Bairro de Gopouva) e foi até o Santuário São Judas Tadeu (no bairro Vila Harmonia), num percusso de dois km.







VEJA TAMBÉM

0 comentários