Prefeitura e Instituto Federal abordam direitos humanos com alunos

por - 26 junho


Cerca de 80 alunos do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) participaram de palestra sobre Direitos Humanos, no auditório do Campus Guarulhos, na Vila Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (26). O evento teve como palestrantes o secretário de Assuntos Difusos, Lameh Smeili, o representante mexicano do projeto “Jóvenes por los Derechos Humanos”, Maurício Mendes, o professor de automação e diretor substituto do IFSP, Wilson Carlos, o diretor da Trupe Ortaética, Thiago Ortaet, que abordaram o respeito à Declaração Universal dos Direitos Humanos.
 
“Precisamos conhecer os 30 artigos da declaração para divulgarmos ao próximo. Podemos iniciar esse exercício na família, com amigos e além deles”, propôs Mendes, que está percorrendo diversos países com campanha de divulgação da Declaração dos direitos humanos, que em dezembro completa 70 anos.
 
O secretário Lameh, por sua vez, apresentou a missão, visão e valorização da Secretaria, alertou sobre edificações sem acessibilidade que desrespeitam o direito de ir e vir do cidadão e apontou o preconceito como um dos maiores problemas na sociedade, em relação ao ser humano. “Formam-se juízo das pessoas sem conhecê-las”, afirmou. Com uma frase de Nelson Mandela, sobre cultura de amor e ódio, o secretário reafirmou que “o jovem é quem vai mudar essa nação para melhor”.
 
O papel da cultura como desenvolvimento humano foi o tema escolhido por Ortaet para falar dos projetos itinerantes de arte envolvendo a comunidade e diversas gerações. O diretor da Trupe também credita à juventude o canal capaz de mudar o mundo. “Não é utopia, é realidade”, afirmou.
 
A importância da arte e do diálogo e sobre direitos humanos para acabar com discursos odiosos ganhou destaque na palestra, que foi complementada por vídeos das atividades apresentadas pelos palestrantes.
Imagens:Divulgação

VEJA TAMBÉM

0 comentários