Parque Sonoro é atração para famílias e alunos da EPG Tia Carmela

por - 22 agosto


Música, interação e criatividade. A EPG Tia Carmela, localizada na região do Bonsucesso, conta agora com mais um espaço educativo para aguçar a percepção e a sensibilidade das crianças: o Parque Sonoro.
Construído em parceria entre a equipe escolar, os pais e os alunos da Educação Infantil, oParque Sonoro dá vida a materiais reutilizáveis, como tampinhas de garrafa, panelas, potes de plásticos, CDs e diferentes tipos de latas, para possibilitar a interação da criança com o espaço por meio da manipulação de diversos objetos.
Tanto a diversidade de materiais quanto o som reproduzido por eles e os diversos estímulos sensoriais do Parque objetivam o desenvolvimento da memória auditiva dos alunos, por intermédio de atividades e brincadeiras que priorizam a linguagem sonora.
De acordo com Simone Datoguea Silva, vice-diretora da escola, o Parque Sonoro da EPG Tia Carmela faz parte de um conjunto de ações e práticas pedagógicas que buscam o desenvolvimento integral da criança. A partir de atividades lúdicas, as crianças exercem o protagonismo e a habilidade de se envolver com o mundo ao seu redor.
“Tudo começa com a concepção da escola de utilizar materiais não estruturados aos elementos de sentidos e ressignificá-los. A partir desse momento, é possível ampliar os olhares, a convivência com a natureza e outras vivências com os pais, grandes parceiros que ajudaram a tornar o Parque Sonoro uma realidade”, explica Simone, lembrando da efetiva participação das famílias para a coleta de materiais, o que viabilizou a conquista da proposta.
Descobertas e muito aprendizado
O Parque Sonoro foi construído aos poucos, entre os meses de março e julho deste ano. Inaugurado na última sexta-feira (17), o espaço é destinado para crianças de 0 a 5 anos de idade e foi planejado em parceria com os membros do Conselho Escolar, cozinheiras e com o apoio dos pais que acreditaram e abraçaram a proposta.
A mãe da aluna Sophia, Amanda Rodrigues Almeida, se encantou com esse momento de integração e desenvolvimento que a equipe escolar proporcionou: “Essa iniciativa é excelente, reforça a musicalidade da criança, além de abrir um espaço a mais para as crianças interagirem umas com as outras”, destacou a mãe.
O avô da aluna Lyvia também parabenizou a iniciativa da escola. “Esse trabalho é maravilhoso, faz com que a criança tenha vontade de vir aprender. Eu participo e sempre sou muito bem recebido na escola. Tenho alegria em incentivá-los na educação e buscar o melhor para eles desde agora”, parabenizou Edvaldo Sales Rios.
Como parte essencial do projeto, os professores mostraram aos visitantes como acontece a prática de reaproveitamento de materiais recicláveis, pontuando valores que atuam na contramão do consumismo e contribuem com a preservação ambiental.
“Quando a gente pensa na criança como um ser integral, idealizamos formar um ser humano criativo, sensível e pleno para usar suas habilidades linguísticas. O Parque Sonoro não é apenas mais um espaço educativo, mas a possibilidade dos alunos se desenvolver por inteiro e levar isso para o futuro” ressalta a professora Renata Alves de Oliveira Pio.
A escola também aproveitou o momento para apresentar mais um espaço aos pais como parte da rotina da escola, a Tenda de Areia.
Imagens: Eduardo Calabria – Secel/ PMG

VEJA TAMBÉM

0 comentários