Caps Recriar ganha novo visual com mutirão de usuários e funcionários


Uma lata de tinta cedida pela Prefeitura foi o ponto de partida para a organização do mutirão de pintura, que já deu cara nova ao Centro de Atenção Psicossocial- Caps Recriar, um serviço de Saúde Mental do município, que atende cerca de 800 pessoas no bairro do Macedo. Profissionais do órgão, usuários e pais de crianças e jovens atendidos no local uniram forças e transformaram a unidade em um lugar mais bonito e acolhedor.

Em três dias de trabalho executado durante o fim de semana e feriado, cerca de 20 pessoas que integraram a força-tarefa aplicaram massa corrida, lixaram paredes e deram um colorido especial às salas de atendimento multiprofissional, ao pátio e ao espaço de convivência. Além da mão de obra voluntária, boa parte dos materiais também foi obtida por meio de doação do serviço de Saúde vizinho: o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO Macedo).

Após consulta e aprovação do Conselho Gestor local, o CEO Macedo comprou alguns itens com verba do ProRede (Recursos Descentralizados da Saúde) e deu sua contribuição ao mutirão de pintura. O restante da obra ficou por conta da criatividade dos profissionais e voluntários, como foi o caso do farmacêutico do Caps, Almir Ferreira Joventino.

Ele, que também é grafiteiro, contou com a ajuda dos adolescentes assistidos na unidade e, juntos, deram mais vida à sala de convivência, que ganhou desenhos animados com significado psicológico, representando os sentimentos. No ambiente, jovens entre 14 a 18 anos incompletos se reúnem para atividades variadas como assistir televisão, jogar vídeo game, desenhar e pintar. “A iniciativa foi muito importante para potencializar a todos como protagonistas da ação”, destacou a gerente do Caps, Márcia Mendes de Mattos.

By Assessoria de imprensa
Sandra Lopes

VEJA TAMBÉM

0 comentários