CONTEÚDO DE PESQUISA CULTURAL - ENSINO FUNDAMENTAL II

por - 12 fevereiro


PINTURA CORPORAL DA TIMBALADA

Criada em 1991 no bairro do Candeal, em Salvador, a Timbalada nasceu a partir de um desejo de Brown para difundir o Timbal: “Eu tinha o desejo de recuperar esse instrumento que era muito marginalizado", o artista conta que a partir daí convidou percussionistas de toda a cidade e, com os ensinamentos do Mestre Pintado do Bongô, fundou o grupo de axé.
Técnico (Foto: Isabella Pinheiro / TV Globo)(Foto: Isabella Pinheiro / TV Globo)
Quanto às pinturas corporais, características da Timbalada, o técnico do The Voice explica a origem da arte. “Pintar o corpo tem a ver com um ato de respeito e também remete a Iansã e ao meu mestre Pintado do Bongô”. A primeira vez que um músico do grupo se pintou foi antes de subir ao palco e por falta de figurino para fazer um show. “Não chegou a roupa do Mestre, e ele decidiu ir como ele é: pintado. No dia seguinte a gente tinha um ensaio em uma revista importante, que ia nos dar a capa, e nós decidimos fazer as pinturas em todos os integrantes”, lembra.

Brown diz que grupo está preparando um novo álbum para o Carnaval  (Foto: Alex Carvalho/Gshow)Brown diz que grupo está preparando um novo álbum para o carnaval (Foto: Alex Carvalho/Gshow)
Carnaval de 2016
Sucesso no carnaval de Salvador há 24 anos, Brown fala sobre os desafios do grupo depois de tantos anos na estrada: “É engraçado porque quando eu comecei a Timbalada, ela parecia um pouco o The Voice, já que ela surgiu para descobrir talentos. A partir daquela base rítmica surgiram novas vozes da Bahia”, explica. “A gente tem necessidade de mostrar para as pessoas que muitas coisas que a gente escuta em artistas consagrados, são ritmos da Timbalada”, admite.

pintura corporal é uma manifestação cultural presente em várias sociedades, como os indígenas, hindus, africanos e na sociedade ocidental por meio da maquiagem e da tatuagem.
Os índios utilizam a pintura corporal como meio de expressão ligado aos diversos manifestos culturais de sua sociedade. Para cada evento há uma pintura específica: luta, caça, casamento, morte. Todo ritual indígena é retratado nos corpos dos mesmos na forma de pintura, é a expressão artística mais intensa dos índios. A tinta é feito de urucum, jenipapo ou babaçu na maioria das vezes.
https://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/05/pintura-corporal_1048761884-1000x667.jpg
Pintura corporal indígena (Manaus, Brasil). Foto: Hans Denis Schneider / Shutterstock.com
A cultura hindu também utiliza a pintura corporal, nos casamentos, em que as noivas são pintadas por todo o corpo com desenhos decorativos que representam sorte para a noiva e um rompimento com a antiga vida em família e para exibir a condição da mulher casada, um sinal vermelho no centro das sobrancelhas. Quando uma mulher hindu se casa, ela passa a fazer parte da família de seu marido, e deixa de ser integrante de sua família biológica, e as pinturas são como uma representação desse ritual de passagem para ela.
https://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/05/pintura-corporal_485221711-1000x666.jpg
Pintura corporal hindu. Foto: tahirsphotography / Shutterstock.com
Assim como os indígenas, muitas tribos africanas também usam a pintura corporal com significados particulares a cada evento, e para embelezar-se. A natureza também é muito retratada nesse tipo de pintura corporal. As pinturas africanas são feitas com vegetais, barro, ocre vermelho e amarelo extraídos de rochas vulcânicas, cal branca e seiva de algumas plantas que possuem pigmentos fortes.

Analisando estes tipos tradicionais de pintura corporal é possível notar o choque cultural existente entre as sociedades, e observar também como é mutável o conceito de beleza. No entanto, a pintura corporal na sociedade contemporânea ocidental baseia-se nos mesmos princípios de embelezar-se e expressar algo.
maquiagem sempre foi um artifício feminino de beleza. As técnicas de maquiagem crescem ininterruptamente e seguem tendências e padrões. Entretanto, não apenas as mulheres utilizam a maquiagem, o teatro, o cinema e a fotografia também a utilizam para fins artísticos, para expressar idéias, enfatizar o desejado nas imagens e fazer referências sócio-culturais a depender da manifestação.
A tatuagem não é uma manifestação pertencente exclusivamente à sociedade contemporânea como pode se pensar. Estima-se que ela tenha surgido por volta do ano 3000 a.C. no Egito, em rituais ligados à religião. Todavia, a popularização da tatuagem, característica da sociedade contemporânea ocidental, também está ligada ao desejo de expressar algo, um estilo, uma opinião, etc., muitas tribos urbanas têm a tatuagem como marca de seu estilo, como uma patente.
A pintura corporal esteve inserida em diversos momentos por toda a história da humanidade, sendo utilizada de diferentes formas e com diferentes intuitos. Mas com intenções básicas comuns a todos os tipos de manifestação da mesma. A pintura corporal é mais que uma mera característica de manifestação cultural da humanidade, é parte integrante da formação da maioria das sociedades.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pintura_corporal
http://ellenpeliciari.arteblog.com.br/3604/Tecnica-de-Pintura-Corporal/



VEJA TAMBÉM

0 comentários