REFLEXÃO SOBRE A VIDA - HISTÓRIAS QUE NOS MARCAM

por - 16 fevereiro

Vivi durante boa parte da minha infância numa casa que alagava com as fortes chuvas de verão. Nessa manhã, antes das 7h já estava somando na equipe da prefeitura de Guarulhos como mais um operário, numa força tarefa para ajudar as centenas de famílias que sofreram com as enchentes de ontem a noite. No meio da lama, uma senhora chamada dona Clarice pediu que eu entrasse na casa dela, ela chorava muito, pediu que eu visse todos os seus pertences sujos de lama, me senti tão mal, lembrei de quando minha casa também enchia d'água. Ela pediu um fardo de água mineral e um abraço. Impossível não se emocionar. Levamos roupas e alimentos também. Por hora, precisei correr para o hospital para ficar de acompanhante de minha mãe, mas as doações estão sendo feitas no Bosque Maia, até as 17h, amanhã também. Que Deus fortaleça a Dona Clarice e todos os atingidos por essas enchentes.

VEJA TAMBÉM

0 comentários