PRÊMIOS E COMPETIÇÕES DA ÁREA EDUCACIONAL

por - 15 agosto

É hora de organizar as anotações, reunir alunos, professores e colocar a mão na massa. Está aberta a temporada 2019 de prêmios e competições de educação, que promete destacar trabalhos individuais ou colaborativos em benefício da aprendizagem. Como os formulários são extensos, é bom não deixar para a última hora.
A lista abaixo reúne premiações e competições anunciadas até 7 de maio e deve ser atualizada à medida que outras organizações divulgarem iniciativas semelhantes.
Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos
Premiação criada para identificar, reconhecer e estimular experiências no âmbito da educação, que promovam os Direitos Humanos, contribuindo para a consolidação de uma sociedade que afirme valores como liberdade, justiça, igualdade, solidariedade, tolerância e paz.
Organizadores: Secretaria Nacional de Proteção Global, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, em parceria com a Organização dos Estados Ibero-Americanos e a Fundação SM
Prazo de inscrição: 7 de maio (veja regulamento)
Vencedores em 2018: “Mulheres Inspiradoras”, do Centro de Ensino Fundamental 12 de Ceilândia no Brasil
Professores do Brasil
Criado em 2005, o prêmio consiste na seleção e na premiação de práticas pedagógicas desenvolvidas por professores das escolas públicas e das instituições educacionais comunitárias, filantrópicas e confessionais, conveniadas aos sistemas públicos de ensino, em uma das etapas da educação básica que, comprovadamente, tenham tido êxito, considerando as diretrizes, metas e estratégias propostas no PNE (Plano Nacional de Educação), bem como os direitos e objetivos de aprendizagem da BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Em 2019, o prêmio conta com cinco temas especiais: Esporte como estratégia de aprendizagem; Uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional; Educação empreendedora; Criação e produção de linguagens de mídia por professores e estudantes no ensino fundamental e médio; e Aprendizagem Criativa
Organizadores:  MEC e instituições parceiras
Prazo de inscrição: 31 de maio (veja regulamento)
Vencedor em 2018: lista da categoria nacional e também de vencedores estaduais, regionais e de temáticas especiais
Criadores do Futuro
Alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares de todo Brasil são encorajados a pensar o futuro da educação e das profissões, reconhecendo-os como protagonistas dos seus próprios destinos. Colocando os jovens no centro das discussões sobre “Qual o futuro das profissões e da escola?”, o desafio propõe que os alunos apresentem suas perspectivas sobre os temas propostos, por meio de produções cinematográficas e musicais. A equipe vencedora irá curtir um dia no Rock in Rio 2019 e conhecer o Museu do Amanhã, em uma viagem com as despesas pagas para ele e um responsável para o Rio de Janeiro.
Organizador: ClassUp
Prazo de Inscrição: 31 de maio (veja regulamento)
Meu Pátio é o Mundo
Projetos criativos e inovadores em atenção e educação na Primeira Infância, tendo como princípio a busca do desenvolvimento sustentável, podem concorrer à segunda edição do Prêmio Meu Pátio é o Mundo. A iniciativa é da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (OMEP), em suas representações na Argentina, Brasil e Chile, em conjunto com a Fundação Arcor Argentina, Fundação Arcor Chile e Instituto Arcor Brasil. Serão selecionados 20 projetos por país, na Argentina, no Chile e no Brasil. No território brasileiro, serão selecionados projetos dos estados de São Paulo, Maranhão, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul. Cada projeto selecionado vai receber R$ 4 mil.
Organizador: Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar  e Instituto Arcor
Prazo de inscrição: 31 de maio (veja regulamento)
Prêmio Educador Nota 10
Reconhece e valoriza professores da educação infantil ao ensino médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.
Organizadores:  Fundação Victor Civita, Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho
Prazo de inscrição: 3 de junho (veja regulamento)
Vencedor em 2018: Professor do RJ é eleito Educador do Ano com projeto de inclusão social
Respostas para o Amanhã
O prêmio é dedicado a estudantes de ensino médio da rede pública que, sob a orientação de professores, realizam à melhoria da vida de suas comunidades. Para conectar o aprendizado em sala de aula ao mundo real, a edição de 2019 traz como maior novidade o foco em projetos na área de STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).
Organizador: Samsung
Prazo de Inscrição: 17 de junho (veja regulamento)
Vencedores em 2018: A experiência como premiação
Prêmio “Ações Transformadoras”
A Metodologia OPEE (Orientação Profissional, Empregabilidade e Empreendedorismo), idealizada pelo psicoterapeuta Leo Fraiman, lança o prêmio Ações Transformadoras, cujo objetivo é destacar iniciativas positivas dentro de escolas públicas e particulares que impactem a comunidade e que tragam aos alunos subsídios para seu desenvolvimento pessoal e profissional de forma saudável e sustentável. Podem se inscrever escolas de todo o Brasil que adotem a metodologia e que tenham desenvolvido iniciativas ao longo de 2018 e no primeiro semestre de 2019, em pelo menos um dos seguintes eixos: autoconhecimento, inteligência emocional, valores humanos, educação financeira, sustentabilidade e escolhas profissionais.
Organizador: Metodologia OPEE
Prazo de Inscrição: 21 de junho (veja regulamento)
Criativos da Escola
Concurso realizado pelo programa Criativos da Escola e voltado para iniciativas de estudantes de 13 a 21 anos de todas as escolas do Brasil. Em sua 5ª edição, o prêmio traz como novidade uma imersão para alunos e professores em Roma, na Itália, além dos tradicionais de R$ 1.500 para cada projeto escolhido e R$ 500 para cada educador responsável.
Organizador: Instituto Alana
Prazo de Inscrição: 7 de julho (veja regulamento)
Vencedores em 2018: Iniciativa destaca trabalhos de nove estados que valorizam a diversidade e a identidade dos estudantes
Prêmio Professor Rubens Murillo Marques
O prêmio busca dar visibilidade a práticas didáticas que contribuam com a aprendizagem da docência e aproximem os licenciandos do contexto escolar. Inúmeros estudos indicam que essa conciliação ainda é um desafio a ser enfrentado pelas instituições de ensino superior no país. Além do mérito e do reconhecimento conferido aos trabalhos, três premiados serão gratificados com um prêmio de R$ 20 mil e um troféu (réplica de uma escultura da artista plástica Vera Lucia Richter). Uma das novidades da 9ª Edição é que poderão ser submetidos projetos desenvolvidos em 2018 e 2017.
Organizador: Fundação Carlos Chagas
Prazo de inscrição: 29 de julho (veja regulamento)
Vencedores em 2018
Prêmio Professor TransformadorEm sua primeira edição, o prêmio busca identificar, conectar e apoiar educadores brasileiros, em suas diferentes áreas de atuação, que possam ter um papel-chave no avanço de práticas de aprendizagem criativa. Os educadores poderão se inscrever em quatro categorias: Professor transformador da Educação infantil; Professor transformador do Ensino Fundamental 1; Professor transformador do Ensino Fundamental 2 e Professor transformador do Ensino Médio.
Organizadores: Base2Edu e Bett Educar
Prazo de inscrição: 22 de novembro (veja regulamento)
7º Prêmio RBS de Educação 
Realizada pelo Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, a iniciativa valoriza educadores que trabalham práticas de mediação e incentivo à leitura em escolas públicas e privadas em diferentes áreas do conhecimento, como literatura, matemática, artes e ciência. Podem participar professores da educação básica, de EJA (Educação de Jovens e Adultos) ou do Sistema S, que estejam lecionando em 2019 no Rio Grande do Sul. Além de uma ficha técnica, os inscritos devem enviar um vídeo apresentando sua iniciativa. Os vencedores em 1º lugar de cada categoria receberão um prêmio de R$ 5 mil cada e a doação de 200 títulos para as bibliotecas das respectivas escolas, uma ação em parceria com a LPM.
Organizador: Grupo RBS e pela Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho
Prazo de inscrição: 12 de setembro (veja regulamento)
Vencedores em 2018
Competições:
Olimpíada Brasileira de Astronomia e AstronáuticaA competição é aberta a alunos do ensino fundamental e médio e pode ser uma porta de entrada para o mundo da ciência. Neste ano, as provas da Olimpíada Brasileira de Astronomia e astronáutica serão realizadas no dia 17 de Maio. Quem tiver bom desempenho será selecionado para as fases seguintes e poderá até mesmo representar o Brasil em olimpíadas internacionais.
Organizador: Sociedade Astronômica Brasileira em parceria com a Agência Espacial Brasileira
Prazo de inscrição: 5 de abril (veja regulamento)
Olimpíada Brasileira de Atualidades
Com os vestibulares e o ENEM exigindo cada vez mais temas contemporâneos, a Olimpíada de Atualidades promovida pela Facamp (Faculdades de Campinas) é uma oportunidade para estudantes de todo o Brasil se prepararem para as provas e ainda carregarem conhecimentos para toda a vida. A Olimpíada avaliará questões atuais das áreas de humanas e engenharias. Todo o conteúdo cobrado está disponível em 21 vídeos produzidos por professores da Facamp e disponíveis no Canal Facamp no YouTube . Temas como o Aquecimento Global, as Mudanças Tecnológicas, o Mercado de Trabalho Hoje, A Nova Política Americana, entre outros, estão entre os conteúdos cobrados. As provas serão compostas por duas fases: a primeira, em 14 de junho, é online e de múltipla escolha. Já a segunda fase, marcada para 31 de agosto no Campus da Facamp em Campinas (SP), é presencial e dissertativa. Para esta etapa, serão selecionados os 300 mais bem classificados na primeira fase.
Organizador: Facamp (Faculdades de Campinas)
Prazo de inscrição: 12 de junho (veja regulamento)
Olimpíada Digital de Matemática
A olimpíada digital de matemática, que acontece de 20 a 29 de agosto deste ano, é organizada pela empresa israelense Matific, especializada em gamificação para o ensino matemático, que abrirá gratuitamente a sua plataforma de jogos para o torneio. Entre os dias 20 e 26 de agosto, os estudantes terão um período de aquecimento e acesso gratuito à plataforma para treinar nos jogos disponíveis no
acervo. O torneio é destinado a todos os alunos da educação infantil até o sexto ano, da rede pública e privada, com idades entre 5 e 12 anos.
Organizador: Matific
Regulamento e inscrição
Olimpíada de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro
Sob a coordenação técnica do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), a Olimpíada apoia os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A partir da metodologia do Escrevendo o Futuro, os professores realizam oficinas de produção de texto com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. O tema do concurso é “O lugar onde vivo”, um estímulo à reflexão sobre as realidades locais.
Organizador: Itaú Social, MEC, Cenpec
Prazo de inscrição: 19 de agosto (veja regulamento)

FONTE: SITE PORVIR

VEJA TAMBÉM

0 comentários