SEMANA DE JORNALISMO - HOMENAGEM AO REPÓRTER RÔMULO D`ÁVILA

O curso de jornalismo da Universidade Cruzeiro do Sul, através de seus estudantes e corpo docente, tem a honra de celebrar a vida acadêmica, o profissionalismo, a empatia e o engajamento em pautas dos Direitos Humanos de nosso homenageado e nesta noite solene, prestar uma singela homenagem àquele que escolhemos por virtude e honra.

A 6ª SEMANA DE JORNALISMO nesse ano de 2022 sob o tema “JORNALISMO: RESISTÊNCIA E DIVERSIDADE” trouxe pautas de grande relevância social, como a atuação de mulheres pretas no jornalismo, o combate permanente à homofobia, o fortalecimento da democracia, a liberdade de imprensa, dentre tantos outros assuntos que norteiam tanto a constituição federal, quanto nosso código de ética profissional. Nesse sentido, ter entre nós um jornalista que tem se destacado na carreira pela brilhante condução de suas pautas, pelo posicionamento contundente contra o preconceito e sobretudo pela árdua tarefa de comunicar nesses tempos de obscurantismos e perseguições aos profissionais da imprensa, é para nós, motivo de muita honra.

A Semana de Jornalismo que em sua história já homenageou os jornalistas: Audálio Dantas em 2017, Manuel Carlos Chaparro em 2018, Rose Nogueira em 2019 e Patrícia Campos Mello em 2021, nessa edição tem a satisfação de anunciar que nosso homenageado é o querido repórter RÔMULO D`ÁVILA.

Rômulo D´avila começou sua carreira como estagiário no Jornal impresso do Grupo RBS, migrou para a televisão somente nos últimos quatro meses da faculdade, quando ganhou uma bolsa no laboratório de TV. O jovem repórter acabou gostando do telejornalismo e seu primeiro depois de formado, já foi na RBStv.


Trabalhou lá por 3 anos e em seguida migrou para a TV TEM (afiliada da TV Globo) e seu talento e dedicação foram reconhecidos, chegando na Globo SP após 3 anos, onde atua até o presente momento.

Seu maior desafio e principal cobertura foi a tragédia da Boate KISS, em Santa Maria, cidade onde morava, à época, enquanto ainda era um estagiário de jornalismo. Essa cobertura lhe rendeu o Prêmio Líbero Badaró de 2013 por CONTRIBUIÇÃO ESPECIAL A COMUNICAÇÃO. Prêmio dele e de toda equipe de redação.

O ano de 2013 foi de tanta produção de notícias sobre a tragédia, que seu trabalho de conclusão do curso ele buscou entender a outra ponta, a partir de outros olhares, fazendo um estudo de recepção sobre como a comunidade recebeu essas notícias e como isso a impactou; promovendo uma grande reflexão sobre como a comunidade se sentiu parte do fato, fazendo reflexões sobre as noções de valores-notícia.

Hoje ele encontrou seu foco no jornalismo, se interessa por reportagens culturais, ativismo social, comportamento e entretenimento. Também gosta muito do cotidiano, de falar daqueles assuntos que impactam no dia-a-dia de todo mundo, como trânsito, serviços, empregos e economia doméstica.

A etimologia das palavras nos ensina que “Rômulo” significa força; mas não há ciência capaz de definir a complexidade do conceito humano. Deste, nosso homenageado tem em demasia, tem de sobra, pra oferecer aos amigos, para estar atento às notícias do dia a dia e principalmente para inspirar jovens estudantes de jornalismo.

Sua jovialidade encanta, seu posicionamento inspira, seu profissionalismo merece reconhecimento… E diante da infinidade dos conceitos das palavras, algumas não dão conta de definir quem somos e nosso homenageado é assim: um artigo indefinido.

Feliz de quem se reconhece na sabedoria de sua incompletude, que reina em conexões dando vozes para outras pessoas, sendo porta-voz, para que a vida da gente desague nas pessoas que a gente conhece durante nosso caminho. Parabéns Rômulo e gratidão por ter aceito nosso convite para fazer parte dessa nossa história.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUE FILME....